10 PONTOS A PONDERAR SOBRE O TEMA DA LEI E DO SÁBADO


1o. - A lei do Senhor é chamada de “perfeita” (Sal. 19:7), assim, como poderia ser descartada como uma “primeira lei” inadequada? Iria Deus criar uma lei imperfeita para o povo de Israel, e outra lei perfeita para os cristãos?

Sal. 19:7
7 “A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples.”

2o. - Jesus NÃO CRIOU nenhum novo código revolucionário, em SUBSTITUIÇÃO à lei divina do Velho Testamento, pois quando indicou a “lei áurea” Ele apenas reitera o que Moisés já havia dito (comparar Mat. 22:36-40 com Lev. 19:18 e Deu. 6:5). O que Ele fez foi acentuar o caráter mais profundo e ético da lei que havia sido perdido de vista devido à orientação falha dos chefes religiosos do povo judeu. Ora, sempre foi errado olhar para uma mulher com intenção impura (ver Jó 31:1) ou odiar um semelhante (Lev. 19:17).

Mat. 22:36-40
36 “Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento.
38 Este é o grande e primeiro mandamento.
39 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
40 Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.”

Lev. 19:18
18 “Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor.”

Deu. 6:5
5 “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.”

Jó 31:1
1 “Fiz pacto com os meus olhos; como, pois, os fixaria numa virgem?”

Lev. 19:17
17 “Não odiarás a teu irmão no teu coração; não deixarás de repreender o teu próximo, e não levarás sobre ti pecado por causa dele.”

3o. - Prova disso é o que lemos em Mateus 5:20—a chave para entender muitas das declarações de Cristo, como nas suas famosas antíteses,“ouvistes o que foi dito aos antigos . . . Eu, porém, vos digo. . .”: “Se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo algum entrareis no reino dos céus”.

4o. - Outra prova de que Cristo não pretendeu SUBSTITUIR os princípios da lei, além de Suas declarações de Mateus 5:17, 18 de que não veio abolir, e sim cumpri-la, é que em seguida Ele RECOMENDA a mais perfeita obediência possível a cada detalhe de dita lei (ver vs. 19).

 Mateus 5:17, 18,19
17  “Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.
18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido.
19 Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.”

5o. - E também em Mateus 23:1-3 Jesus recomenda que os Seus ouvintes acatassem TUDO o que seus chefes religiosos ensinavam (não o que praticavam). E uma das coisas que eles ensinavam, conquanto torcendo o sentido do mandamento, era a fiel observância do sábado: Lucas 13:14.

Mateus 23:1-3
 1 “Então falou Jesus às multidões e aos seus discípulos, dizendo:
2 Na cadeira de Moisés se assentam os escribas e fariseus.
3 Portanto, tudo o que vos disserem, isso fazei e observai; mas não façais conforme as suas obras; porque dizem e não praticam.”

 Lucas 13:14.
14  “Então o chefe da sinagoga, indignado porque Jesus curara no sábado, tomando a palavra disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, neles para serdes curados, e não no dia de sábado.”

Obs:.. Jesus estava mostrando que era liscito fazer o bem a outros no sábado.

6o. - As expressões usadas por Paulo de “lei do Espírito de vida” e “lei do pecado e da morte” não significam diferentes leis, e sim diferentes visões sobre a lei. Ele usa a palavra “lei” em Romanos 7:23 e 25 como um “jogo de palavras”, pois está falando é da operação do pecado, como uma “lei”, mas no verso 25 declara: “eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus”. Esta declaração não faria o mínimo sentido caso ele entendesse que tal lei tivesse sido abolida. Ao contrário, ele também declara: “Anulamos, pois, a lei pela fé? De modo nenhum, antes confirmamos a lei” (Rom. 3:31).

Romanos 7:23 e 25
23 “mas vejo nos meus membros outra lei guerreando contra a lei do meu entendimento, e me levando cativo à lei do pecado, que está nos meus membros.
25 Graças a Deus, por Jesus Cristo nosso Senhor! De modo que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.”

7o. - Jesus Cristo disse que “o sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado” (Mar. 2:27). Com isso Ele confirma o caráter UNIVERSAL do sábado, e REFORÇA a necessidade de obediência ao sábado—que é, acima de tudo, um privilégio para os filhos de Deus—enquanto CONDENA a distorção ao mandamento praticada pelos chefes religiosos do Seu tempo. Os debates de Cristo sobre o sábado não visavam a ensinar que este fosse mandamento abolido ou a não mais se cumprir (pois isso contradiria Suas próprias palavras em Mateus 5:19), e sim mostrar O CORRETO espírito pelo qual se devia observar o sábado. Não era  para dormir o dia todo, mas para fazer o bem aos nessecitados e enfermos.

 8o. - Sobre a questão da “divisão das leis” em “moral”, “cerimonial”, “civil”, etc., temos as palavras de Paulo em 1 Cor. 7:19, onde ele fala que “a circuncisão é nada, e a incircuncisão nada é; o que importa é observar os mandamentos de Deus”. Aí vemos como ele mesmo faz uma “divisão” de leis que eram importantes, e não mais o são, e os mandamentos é que importa serem cumpridos pelo povo de Deus.

9o. - Os próceres cristãos ao longo da história sempre definiram a lei de Deus nessa base: como lei moral (os Dez Mandamentos), leis cerimoniais, civis, etc. Basta conferir as Confissões de Fé históricas de batistas, metodistas, anglicanos, presbiterianos, congregacionais, e mesmo católicos romanos para constatá-lo.

10o.. - Finalmente, está a questão do Velho Concerto/Novo Concerto: Não há a mínima informação de que quando Deus escreve as Suas leis nos corações e mentes dos que aceitam os termos de Seu Novo Concerto, Ele

a) deixa de fora o 4o. mandamento (do decálogo bíblico, não do decálogo falsificado nos catecismos católicos)

b) inclui o 4o. mandamento, mas troca o dia de observância do sábado para o domingo.

OU

c) inclui o sábado, mas como um princípio vago, voluntário e variável, podendo ser respeitado ou não, ou cumprido segundo o tempo mais conveniente para o crente (ou o seu empregador).

Textos básicos: Hebreus 8:6-10; Jeremias 31:31-33 e Ezequiel 36:26 e 27.

 Hebreus 8:6-10
 6 “Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de um melhor pacto, o qual está firmado sobre melhores promessas.
7 Pois, se aquele primeiro fora sem defeito, nunca se teria buscado lugar para o segundo.
8 Porque repreendendo-os, diz: Eis que virão dias, diz o Senhor, em que estabelecerei com a casa de Israel e com a casa de Judá um novo pacto.
9 Não segundo o pacto que fiz com seus pais no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; pois não permaneceram naquele meu pacto, e eu para eles não atentei, diz o Senhor.
10 Ora, este é o pacto que farei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor; porei as minhas leis no seu entendimento, e em seu coração as escreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo;”

Jeremias 31:31-33
31  “Eis que os dias vêm, diz o Senhor, em que farei um pacto novo com a casa de Israel e com a casa de Judá,
32 não conforme o pacto que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito, esse meu pacto que eles invalidaram, apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor.
33 Mas este é o pacto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
34 E não ensinarão mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor deles até o maior, diz o Senhor; pois lhes perdoarei a sua iniqüidade, e não me lembrarei mais dos seus pecados.
35 Assim diz o Senhor, que dá o sol para luz do dia, e a ordem estabelecida da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, de modo que bramem as suas ondas; o Senhor dos exércitos é o seu nome:
36 Se esta ordem estabelecida falhar diante de mim, diz o Senhor, deixará também a linhagem de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre.”

Ezequiel 36:26 e 27.
 26 “Também vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.
27 Ainda porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis as minhas ordenanças, e as observeis.”

Êxodos 20:8-11
8 “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
9 Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho;
10 mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas.
11 Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.”
Pfro. azenilto g. Brito
 


*************************** 

OutrasOpções

Se desejar se comunicar com o autor, mande um e-mail para o link em baixo:

profazenilto@hotmail.com


Clique aqui para ir para a página do Prof. Azenilto ARTES CULINARIAS

  Clique aqui para para ir para a página de Historietas-Didaticas"

Clique aqui para ver artigos sobre Os"DEBATES CATÓLICOS"

Clique aqui para ver artigos sobre as "DOUTRINAS CATÓLICAS"

 Clique aqui para ver artigos sobre  SÁBADO OU DOMINGO

 Click aqui para ver artigos sobre a "Imortalidade"

 Click aqui para ler sobre as leis dietéticas

 Click aqui para ver artigos sobre as divisões das leis

 Clique aqui para voltar aos outros artigos

 Clique aqui para ir para os Artigos Numerados

 Clique aqui para ir para a página de livros.

 Ministerio Sola Scriptura