Maior Editora Universitária do Mundo Lança Livro Sobre Vantagem Sanitária Adventista

Prof. Azenilto G. Brito
www.adventisthealthstudy.org

        Os resultados de quatro décadas de estudos sobre saúde entre os adventistas do sétimo dia foram agora compilados numa obra de pesquisa que é disponibilizada pela maior editora universitária do mundo--a Oxford University Press. Diet, Life Expectancy, and Chronic Disease: The Health Studies of Seventh-day Adventists and Other Vegetarians [Regime Alimentar, Expectativa de Vida, e Doenças Crônicas: Estudos de Saúde dos Adventistas do Sétimo Dia e Outros Vegetarianos] foi lançado no final de maio pela Oxford University Press, uma unidade da Universidade Oxford.
O livro está sendo lançado ao mesmo tempo em que milhares de adventistas participam de um novo estudo sobre saúde mais extenso do que os mencionados no livro.
       O Dr. Gary E. Fraser, autor da obra e professor de Medicina na Escola de Medicina da Universidade Loma Linda, onde leciona epidemiologia na divisão de Saúde Pública da instituição, declara que o livro baseia-se em dois estudos realizados com adventistas na Califórnia em 1960 e 1976.
Ele diz ter sido um desafio compilar toda a informação publicada anteriormente uma vez que os resultados dos estudos sobre saúde apareceram em  cerca de 320 publicações especializadas na área de Medicina por mais de 40 anos.
       Muitos adventistas são vegetarianos por opção e é sabido que se abstêm naturalmente de álcool e fumo. “Caso se comprove haver um grande número de adventistas saudáveis e longevos, e se nosso estilo de vida realmente causou esse tipo de diferença, precisamos seriamente contar isso aos outros numa forma convincente”, diz Fraser.
       “Numa era de ciência com expectativa de evidência empírica, a coleta e publicação de resultados científicos registrados em publicações especializadas se fazem necessárias para persuadir as pessoas e modificar recomendações oficiais”, explica ele.
       Os primeiros estudos eram informativos e não envolviam pessoas suficientes para um exame amplos de diferentes tipos de câncer, diz Fraser. Ele espera que o lançamento do livro gere apoio ainda maior para o atual estudo adventista de saúde sendo financiado por uma concessão de 18 milhões de dólares do Instituto Nacional de Saúde, uma agência do governo dos EUA.  O novo estudo iniciou-se em 2002 e é patrocinado pela Escola de Saúde Pública da Universidade Loma Linda, e visa a examinar os hábitos sanitários entre 125.000 adventistas, inclusive 45.000 de etnia negra, cujos membros de sexo masculino têm duas vez maior índice de câncer de próstata em cotejo com os caucasianos, declara Fraser.
       A razão para essa disparidade em índices de câncer de próstrata é “totalmente incerto”, diz ele. Contudo, essa é uma das maiores indagações já levantadas com respeito à saúde dos negros nos EUA, e é uma das razões para a Universidade de Loma Linda ter recebido a referida verba do INS [NIH, em inglês].
       Outra razão para a verba do INS, segundo Fraser, foi investigar o possível elo de ligação entre o consumo de produtos de soja e um baixo índice geral de cânceres de próstrata e de seio entre os adventistas. Nenhum outro grupo mensurável nos Estados Unidos apresenta o índice de consumo de soja no país tão elevado quanto os adventistas.
       Os adventistas tipicamente são mais saudáveis do que a população em geral, o livro demonstra. Dos adventistas estudados na Califórnia, os índices de ataques cardíacos eram de metade e os de câncer 30 por cento menos do que o da população em geral.
       Mas por que os adventistas são mais saudáveis? É difícil de saber com certeza, declara Fraser, contudo alguns padrões gerais foram descobertos e são discutidos no novo livro. Estudos anteriores sugeriam que a carne é um fator em doença das coronárias enquanto as nozes e grãos integrais eram protetores contra tais enfermidades.
       Para expectativa de vida, o consumo de nozes, para quem é vegetariano, e a ausência de excesso de peso foram três fatores que fazem diferença de cerca de dois anos de vida cada.
       Para o câncer, o consumo de frutas era um fator preventivo; alguns cânceres, tais como de cólon e bexiga, estavam ligados ao consumo de carne. Os legumes ajudavam a proteger contra alguns cânceres, enquanto as batatas são tidas como de auxílio para prevenir câncer de ovário.
      Fraser diz que o novo estudo examinará mais detidamente o consumo de carne e o eficaz uso de cálcio. Há uma discussão na comunidade médica quanto a se o cálcio pode ser fator de proteção em certos cânceres, enquanto os causa em outros casos. Fraser declara que a questão é “muito controvertida”.
      Conquanto haja uma gama de hábitos dietéticos entre os adventistas, os membros da IASD são mais uniformes em tais áreas como o não fumar, bem como o não consumo de bebidas alcoólicas. Mas há maiores variações na área de consumo de carne, declara Fraser.
     Uma motivação de destaque do novo estudo é captar a ampla gama de hábitos dietéticos. Fraser explica que o estudo é fortalecido por uma “enorme variabilidade entre os adventistas”. Ele informa que metade das igrejas adventistas envolvidas no estudo já foram visitadas.
     “O tempo em que este livro é lançado é muito oportuno”, declara DeWitt Williams, diretor dos ministério de saúde da Igreja Adventista na América do Norte. “Demonstra que ser vegetariano faz uma grande diferença em qualidade e duração de vida.
       “Nós todos [adventistas] temos a mesma formação espiritual. A única coisa diferente é seu regime alimentar”, comenta Williams. Quando você computa 12 anos de vida ativa, isso é significativo”.
       Um esforço especial está sendo feito para recrutar adventistas negros para participarem do estudo, segundo o Dr. Patti Herring, co-diretor do Estudo de Saúde Adventista. Duas pessoas em cada igreja predominantemente negra estão sendo treinadas para incentivar outros membros a completarem o estudo.
       “Se os negros participarem, há muito no estudo de seu interesse”, declara Herring. “Num sentido global a nossa saúde é muito inferior e nossa expectativa de vida mais baixa. Temos muito a ganhar com esse estudo”. Para maiores informações [em inglês] sobre o presente estudo sobre saúde visite o endereço www.adventisthealthstudy.org
 
 

ADENDO

   Artigo da revista Time datada de 4 de agosto de 2003 ["Nuts (and Fiber) to High Colesterol"] explica que "é bastante animador saber que há regimes alimentares que podem reduzir o seu colesterol quase tão eficazmente quanto remédios. Escrevendo num artigo recente do Journal of the American Medical Association, pesquisadores da Universidade de Toronto [Canadá] descrevem uma experiência que compara três regimes diferentes: um regime vegetariano baixo em gorduras saturadas; o mesmo regime suplementado com 'statin' [nome em inglês de medicação para baixar colesterol] . . .; e uma dieta vegetariana rica em fibra consistindo de alimentos escolhidos por seus conhecidos efeitos em reduzir colesterol (como aveia, cevada, proteína de soja e amêndoas), bem como um tipo de margarina enriquecida com componentes encontrados naturalmente em folhas verdes, vegetais e óleos vegetais que reduzem o colesterol. Os resultados? A dieta de baixa gordura reduziu os níveis de coleterol LDL em 8%. A mesma dieta com medicamento ('lovastatin-statin') reduziu em 31%. A dieta rica em fibra e os referidos componentes vegetais reduziu os níveis de colesterol em 29%--quase o mesmo montante. A magnitude da redução é o aspecto tão animador, declara o autor da pesquisa, Dr. David Jenkins. 'Essas são composições alimentares que pesquisas de 25 anos têm estabelecido como contendo propriedades redutoras de colesterol', explica ele". 

*************************** 

Outras Opções


Se desejar se comunicar com o autor, mande um e-mail para o link em baixo:
profazenilto@hotmail.com



Clique aqui para ir para a página do Prof. Azenilto ARTES CULINARIAS

  Clique aqui para para ir para a página de Historietas-Didaticas"

Clique aqui para ver artigos sobre Os"DEBATES CATÓLICOS"

Clique aqui para ver artigos sobre as "DOUTRINAS CATÓLICAS"

 Clique aqui para ver artigos sobre  SÁBADO OU DOMINGO

 Click aqui para ver artigos sobre a "Imortalidade"

 Click aqui para ler sobre as leis dietéticas

 Click aqui para ver artigos sobre as divisões das leis

 Clique aqui para voltar aos outros artigos

 Clique aqui para ir para os Artigos Numerados

 Clique aqui para ir para a página de livros.

 Ministerio Sola Scriptura